Nos períodos de baixa temperatura é comum querermos ficar em casa, debaixo dos cobertores. Sentimos menos disposição, menos energia. Com  isso, a tendência é relaxarmos com o autocuidado e diminuímos a frequência  das práticas de yoga justamente quando mais precisamos dela para nos ajudar a passar pelas temporadas frias do ano com mais vitalidade e energia.

Nosso corpo é uma máquina incrível mas que tende a  se enrijecer quando ficamos muito tempo parado, imagine se isto permanece por anos. A falta de atividade física deixa a musculatura tensa, encurtada,  com articulações mais rígidas gerando desconforto e dores. Tudo isto piora no frio pois tendemos a nos encolher mais, “fechar” a postura.

A prática constante de Yoga  mantém a flexibilidade e o alongamento do corpo, evitando essas complicações e trazendo bem-estar duradouro. Através das práticas de asana (posturas), pranayamas (controle da respiração), meditativas e relaxamento (yoga nidra), o yoga é um aliado muito forte para manter o equilíbrio emocional, além de auxiliar  no aumento da imunidade, ajudando a evitar doenças respiratórias, gripes, resfriados e sinusites.

Nosso corpo é uma máquina incrível mas que tende a se enrijecer quando ficamos muito tempo parado, imagine se isto permanece por anos.

Mantenha-se aquecido

Vinyasa - Surya
Surya Namaskar

Inicie seu dia com Surya Namaskar (Saudação ao Sol)!

Esta prática é composta por 12 posturas executadas sequencialmente que ajudam a melhorar a saúde e bem-estar pois trabalha o corpo, ajudando a alongá-lo e fortalecê-lo, mas também a mente, acalmando-a.

A respiração deverá sempre estar associada a execução dos asanas que devem ser feitas com leveza e atenção especiais, pois no frio, você pode sentir o corpo um tanto enferrujado e as juntas doloridas, então vá com bastante calma. Execute os ciclos do Surya Namaskar quantas vezes se sentir confortável, iniciando com pequenas quantidades e depois vá aumentando.

Após o Surya Namaskar, você estará física e mentalmente preparado para outras posturas  ou para enfrentar o seu dia com mais disposição, humor  e aquecido !

Pranayamas

Pranayama

“Como as folhas que arejam a árvore e fornecem nutrientes para que seu crescimento seja saudável, também o pranayama alimenta e areja as células, os nervos, os órgãos, a inteligência e a consciência do sistema humano. Quando estamos realizando um àsana-(postura física), só podemos entender plenamente o corpo se sincronizarmos a respiração com o movimento. Prana é energia. Ayama é criação, distribuição e manutenção.
Pranayamas é a ciência da respiração, que leva à criação, distribuição e manutenção da energia vital.”  
(BKS Iyengar)

Nadi Shodana Pranayama

Natiê Yoga - Nadi Shodana

Nadi é um órgão tubular, como uma artéria, do corpo por onde passa o prana ou energia. Sodhana significa purificar, limpar. Assim, Nadi Sodhana Pranayama é a purificação dos nadis.

A prática deste pranayama, consiste na alternância da inspiração e expiração entre as duas narinas. Sentado em uma posição firme e agradável,  esvazie por completo os pulmões. Obstrua a narina direita  com o polegar e inspire  pela narina esquerda. Retenha o ar nos pulmões. Feche a narina esquerda com os dedos anelar e mindinho e exale pela direita. Aqui você completou um ciclo. Inspire por essa mesma narina e retenha o ar. Com eles cheios, troque de narina, expirando pela esquerda. Faça 20 ciclos, lembrando sempre que só deve trocar a narina em atividade com os pulmões cheios e nunca quando eles estiverem vazios. Tanto a inspiração, quanto a expiração devem ter a mesma duração.

Neste pranayama, o sangue recebe um maior suprimento de oxigênio do que  na respiração normal, de modo que você se sentirá revigorado e com os nervos calmos e purificados.

Advertência

Pessoas que sofrem de pressão alta ou são cardíacas nunca devem tentar prender a respiração (Kumbaka). Podem praticar este pranayama sem retenção.

Após a prática dos asanas e pranayama, reserve um tempo para a meditação e depois um relaxamento.

O desenvolvimento pessoal só virá através do comprometimento, mesmo no inverno ou nos dias que nos sentimos menos dispostos. Conquistar o equilíbrio e paz interior requer dedicação, mas acima de tudo amor.

Todas as práticas acima, devem se executadas com a orientação de um profissional capacitado.

Referência : “A Luz da Yoga” – B.K.S. Iyengar